Month: February 2022

Boa Viagem – Alteração de Trânsito (Festas do Colete Encarnado)

Pela realização das Festas do Colete Encarnado em Vila Franca de Xira, haverá uma alteração de trânsito entre os dias 30 de junho e o dia 4 de julho.

Durante esse período a circulação do serviço de transporte público de passageiros será afetada conforme imagem, passando as partidas e chegadas a ser realizadas no Terminal da Estação ferroviária de Vila Franca de Xira (Terminal IP).


Durante este período, a circulação dos horários vindos de Norte será feita Rua Alves
Redol, Rua Sacadura Cabral (para acesso ao terminal rodoviário) e acesso ao Largo Marquês
de Pombal (Estação), e saída da cidade pela Av. 25 de Abril e Rua Alves Redol (direita para
norte conforme croquis):

Alteração de trânsito

As partidas de linhas com destino ao Hospital e linhas da Ribatejana farão
chegadas e partidas no Terminal Refer.

As linhas provenientes da zona Sul (Estrada Nacional 10) circulam pelo Bairro da
Mata e Rua Reynaldo dos Santos até ao Cruzamento das Ruas Jacinto Nunes e Alves Redol,
não sendo servidas as paragens dos CTT / Praça de Touros / Campo de Futebol / Cais. As
chegadas e partidas serão feitas no Terminal Refer.

As linhas provenientes do Oeste (T. Vedras / Sobral / Arruda / Bom Retiro) não
servirão as seguintes paragens neste período: CTT / Praça de Touros / Cais. As chegadas e
partidas serão feitas no Terminal Refer.

Prorrogação de autorizações provisórias das áreas 1 e 2 e termos das autorizações das áreas 3 e 4

No dia 30 de junho de 2022, o Conselho de Administração TML – Transportes Metropolitanos de Lisboa, E.M.T., S.A., aprovou a prorrogação da vigência das autorizações para a manutenção do regime de exploração de serviço público de transporte rodoviário regular de passageiros na área metropolitana de Lisboa, a título provisório, até ao início da nova operação de transportes ao abrigo dos Contratos de Aquisição do Serviço Público de Transporte Rodoviário que abrangem as Áreas 1 e 2, ao abrigo do Regulamento (CE) nº 1370/2007, de 23 de outubro e da  Lei n.º 52/2015, na redação dada pelo Decreto-Lei n.º 169-A/2019, de 29 de novembro, que aprova o Regime Jurídico do Serviço Público de Transporte de Passageiros (RJSPTP).

Esta decisão, decorrente do adiamento da entrada em vigor dos citados Contratos das Áreas 1 e 2 da Carris Metropolitana, visa garantir a prestação de serviços de transporte rodoviário de passageiros nos municípios de Amadora, Loures, Mafra, Odivelas, Oeiras, Sintra e Vila Franca de Xira, para além de serviços intermunicipais em Almada, Cascais e Lisboa, e inter-regionais com a Comunidade Intermunicipal do Oeste.

Foram prorrogadas cerca de 300 Autorizações Provisórias das empresas Barraqueiro Transportes, S.A., Henrique Leonardo Mota, Lda.; Isidoro Duarte, S.A.; J.J. Santo António – Transporte Rodoviário de Passageiros, Unipessoal, Lda.; Rodoviária de Lisboa, S.A.; Scotturb – Transportes Urbanos, Lda..

Terminam neste dia 30 de junho as Autorizações Provisórias para a manutenção do regime de exploração de serviço público de transporte rodoviário regular de passageiros na área metropolitana de Lisboa da empresa TST- Transportes Sul do Tejo, S.A., com a entrada em vigor da Área 3 da Carris Metropolitana no dia 1 de julho.

A decisão foi tomada nos termos do contrato interadministrativo de delegação e subdelegação de competências celebrado entre a Área Metropolitana de Lisboa e a TML.

VIMECA – Reforço de serviço (NOS Alive 22)

Pelo facto de se realizar o festival NOS Alive 22 no Passeio Marítimo de Algés, a VIMECA pretende efetuar reforço à sua carreira 20 nos dias de realização do festival, reforço este já efetuado no ano de 2016.

A bordo das viaturas serão válidas as tarifas e passes habituais.

Será reforçado o serviço nas seguintes circulações:

Dias 6, 7, 8 de julho

Sentido Amadora / Algés

20:00

20:25

20:45

21:10

21:30

21:55

Sentido Algés / Amadora*

00:05

00:55

01:30

Dia 9 de julho

Sentido Amadora / Algés

16:00

17:00

18:00

19:00

19:30

20:00

20:30

21:00

21:30

Sentido Algés / Amadora*

00:05

00:55

01:30

*Só se realiza caso existam passageiros em Algés.

Recursos Humanos

Número de trabalhadores, desagregado segundo a modalidade de vinculação

Modalidade de VinculaçãoNúmero de Trabalhadores/as
Contrato Individual de Trabalho – Sem termo48
Contrato Individual de Trabalho – Termo Certo11
Contrato de trabalho em Comissão de Serviço2
Acordo de Cedência de Interesse Público – Contrato de trabalho em funções públicas9
Gestor Público3
TOTAL73
Informação atualizada no dia 31 de janeiro de 2023

VIMECA – Corte Trânsito (World Bike Tour)

Pelo facto de se realizar a prova “World Bike Tour 2022” no dia 3 de julho, entre as 11:00 e as 16:00, e em irá ocorrer um corte trânsito a realizar na Avenida da Marginal, no dia 3 de julho entre as 11:00 e as 16:00, para realização da prova “World Bike Tour 2022”

Assim, a carreira 102 não poderá servir o terminal da Cruz Quebrada, efetuando a inversão de percurso na EN 6-3.

Apresentação dos novos autocarros na Área 3

Os novos autocarros que irão servir a operação da Carris Metropolitana na área 3, nos municípios de Almada, Seixal e Sesimbra, já chegaram.

Foi realizada a cerimónia da entrega das chaves pela IVECO ao operador TST, num evento realizado no parque empresarial Blue Biz em Setúbal, que contou com a presença da Presidente do Conselho Metropolitano, do Primeiro-Secretário Metropolitano da AML e do Conselho de Administração da TML.

Com a chegada desta frota de autocarros haverá um incremento de linhas (das 88 actuais para 111 linhas), assim como um aumento de veículos – km (21%, 29% e 16%, respetivamente) nos dias úteis, sábados e domingos.

Os autocarros terão wi-fi a bordo, ar condicionado, pontos de carregamento USB e acesso a pessoas com mobilidade reduzida ou carrinhos de bebé.

TST/Carris Metropolitana – Alteração de percurso (Festas São Pedro, Seixal)

Por motivos da celebração das Festas de São Pedro, no município do Seixal, entre os dias 21 de junho e 7 de julho, as linhas 114 da TST (3508, a partir de dia 1 de julho, sob a marca Carris Metropolitana), 137 (3110 e 3120, a partir de dia 1 de julho, sob a marca Carris Metropolitana) e 199 (3509, a partir de dia 1 de julho, sob a marca Carris Metropolitana) sofrerão alterações.

O trânsito será cortado na Praça 1º de Maio entre os dias 21 de junho (a partir das 08:00) e 7 de Julho (até às 08:00), entre as rotundas da Avenida da República e a Avenida Albano Narciso Pereira, sendo efetuado pela Alameda dos Bombeiros, Avenida Manuel da Fonseca e Avenida Albano Narciso Pereira, retomando o percurso habitual.

Nos dias 24, 27, 30 de junho e 1 de julho (entre as 20h00 e as 2h00), 25, 26 de junho, 2 e 3 de julho (entre as 19h00 e as 2h00), 28 de junho (entre as 19h00 e as 3h00) e 29 de junho (entre as 17h00 e as 2h00), as três carreiras circularão pela Alameda dos Bombeiros, até à rotunda de acesso ao edifício da câmara municipal, seguindo depois para o Seixal, pelo trajeto da carreira 195 (trajeto válido em ambos os sentidos). Esta alteração resultará do corte de trânsito no entroncamento da Avenida Albano Narciso Pereira com a Avenida Manuel da Fonseca e no entroncamento da Avenida MUD Juvenil com a Avenida Vasco da Gama.

Carris Metropolitana avança em Almada, Seixal e Sesimbra

No próximo dia 1 de julho o serviço da Carris Metropolitana inicia-se na Área 3, que corresponde aos concelhos de Almada, Seixal e Sesimbra, com mais frequências, horários, linhas novas e uma frota de autocarros renovada.

Neste período de verão, entrarão em funcionamento 111 linhas que comparam com as 88 atuais, representando um aumento de veículos por quilómetro de 21%, 29% e 16%, respectivamente, nos dias úteis, sábados e domingos. Para já, circularão 339 viaturas, das quais 236 integralmente novas, diminuindo-se de forma muito significativa a idade da frota hoje em serviço.

Entram também em funcionamento já no próximo dia 26 de junho os 5 “espaços navegante® Carris Metropolitana”, lojas de apoio ao cliente, totalmente renovadas, e onde se podem efetuar operações de carregamento de títulos, pedidos de passes e outras operações relevantes para servir as populações.

Também no dia 1 de julho aumenta o serviço rodoviário da Área 4, que corresponde aos concelhos de Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela e Setúbal, uma vez que o nível de serviço que se encontra a ser prestado ainda é inferior ao definido contratualmente na Carris Metropolitana, apesar de, para além de uma frota de autocarros totalmente nova, os horários, frequências e linhas hoje em funcionamento já ser superior ao que era praticado (antes de 1 de junho), registando-se níveis de procura acima do anteriormente verificado, em alguns eixos intermunicipais.

Na Área 1, que corresponde aos concelhos de Amadora, Cascais, Lisboa, Oeiras e Sintra, e na Área 2, que corresponde aos concelhos de Loures, Mafra, Odivelas e Vila Franca de Xira, a entrada em funcionamento é adiada para dia 1 de janeiro de 2023, uma vez que não estão garantidas as condições consideradas essenciais para a entrada em funcionamento do novo serviço, por razões da responsabilidade dos operadores prestadores de serviço nas Áreas 1 e 2.

A falta de um número bastante significativo de viaturas novas, a inexatidão nas datas da sua disponibilidade e a adequação dos sistemas de informação necessários à prestação do serviço de acordo com os requisitos do caderno de encargos e dos contratos firmados para as Áreas 1 e 2, são, entre algumas outras, as razões principais identificadas para que se considere que o serviço não está em condições de ser colocado em prática.

Nas Áreas 1 e 2, e até à entrada em funcionamento da Carris Metropolitana (1 de janeiro de 2023), a operação de transportes rodoviários decorrerá nas condições normais e habituais como até aqui.

Os 4 operadores responsáveis pela operação da Carris Metropolitana nas 4 Áreas geográficas são contratualmente responsáveis pela adequação da operação rodoviária aos níveis de serviço que foram exigidos em caderno de encargos (i.e. renovação de frota e aumento significativo de oferta, entre outros) e por informar em momentos previamente definidos, eventuais factos que possam ser impeditivos para a entrada em operação nas datas previstas contratualmente, o que não se tem verificado com a antecedência necessária para a tomada de decisão.

A Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), em estreita articulação com todas as câmaras municipais, tem desenvolvido todos os esforços para que este processo decorra com o menor número de perturbações possíveis junto das populações e para que a operação da Carris Metropolitana seja uma realidade verdadeiramente disruptiva da qualidade do serviço rodoviário que é praticado atualmente na área metropolitana de Lisboa (amL).

Carris Metropolitana – Alteração de Percurso

Por efeitos do encerramento total da circulação rodoviária na Ponte Vasco da Gama, entre as 00:00 e as 06:00 do dia 08 de junho, os serviços de transporte rodoviário de passageiros da Carris Metropolitana sofrerão perturbações. Os serviços em causa abrangem os Municípios de Alcochete, Barreiro, Lisboa, Moita, Montijo, Palmela e Setúbal.

TML a trabalhar para que operação da Carris Metropolitana seja realizada pela Alsa Todi nos termos contratuais definidos

A Carris Metropolitana entrou em funcionamento no dia 1 de junho, nos municípios de Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela e Setúbal.

Como entidade detentora e responsável pela gestão da marca Carris Metropolitana, a Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML) está a acompanhar, com preocupação, todas as dificuldades relativas à entrada em operação nestes municípios, lamentando o impacto que as mesmas têm causado junto dos passageiros.

A operação nestes municípios, área 4, é assegurada pela empresa Alsa Todi, que assumiu contratualmente um nível de serviço que ainda não conseguiu atingir, nomeadamente no que diz respeito ao cumprimento de horários e disponibilização de informação ao público.

A TML tomou hoje conhecimento que algumas destas falhas de serviço se devem a questões laborais entre a Alsa Todi e os seus trabalhadores, estando, no entanto, a desenvolver todos os esforços para garantir que a operação da Carris Metropolitana seja realizada nos termos contratuais definidos, com vista à rápida e completa resolução das atuais situações de incumprimento.

É expetativa da TML que a partir de amanhã a operação da área 4 possa retomar o seu funcionamento, efetuando os horários praticados pelo operador anterior. Estamos a trabalhar no sentido de garantir que o novo operador possa superar os incumprimentos nesta fase de arranque inicial e assegurar a oferta prevista para a nova operação.

TML inaugura Smarthub navegante® na nova interface de Setúbal

A nova Interface de Transportes de Setúbal é um projeto estruturante para a promoção da intermodalidade e da utilização do transporte público.

Na Interface, estão disponíveis múltiplas opções de transporte coletivo rodoviário e ferroviário e um parque de estacionamento subterrâneo. A estas valências, juntam-se agora soluções de apoio aos modos suaves, no âmbito do projeto Smarthubs – Shared Mobility Solutions.

São inaugurados hoje, dia 3 de Junho, a propósito das comemorações do Dia Mundial da Bicicleta, uma estrutura para parqueamento de 9 bicicletas em modo Shefield, a BICIbox – um estacionamento fechado para 12 bicicletas, a FIXstation – uma estação de apoio aos ciclistas para pequenas reparações e uma doca de estacionamento e carregamento para trotinetes Bold, fazendo da nova interface um Smarthub de soluções de mobilidade integrada e partilhada.

Um exemplo de integração será a utilização do cartão de transporte navegante® para realizar a abertura da BICIbox. Os utilizadores do cartão navegante® personalizado terão acesso gratuito a esta estrutura, numa fase inicial.